Últimas notícias




25

fev

Como o nome sugere, a bursite consiste na inflamação das bursas, que são pequenas estruturas que encobrem os tendões e exercem proteção contra o atrito entre outras partes do corpo, como os ossos. As bursas são formadas por bolsinhas repletas de líquido, e estão localizadas em diversas articulações.

Essa disfunção pode ser tanto inflamatória quanto infecciosa. O primeiro caso costuma ser o mais comum, atingindo diversas regiões articulares, enquanto no segundo há a presença de pus nas áreas das bursas, gerando incômodos acentuados. Na maioria das vezes, o problema afeta o tendão de aquiles, quadril, joelho e rótula.

O tratamento da bursite deve ser aplicado somente sob orientação médica, e os métodos incluem o uso de anti-inflamatórios, relaxantes musculares, gelo e redução dos movimentos da área afetada, além de – em determinados casos –, fisioterapia ou intervenção cirúrgica.

Para evitá-la, é possível incluir na rotina alguns hábitos capazes de prevenir o seu aparecimento, como aquecer e alongar antes de praticar exercícios, evitar movimentos repetitivos e cuidar do peso.

Continue acompanhando as redes sociais da IBmed e tenha acesso a mais conteúdos sobre saúde.

Postado por:

summer

Categorias: Dicas de saúde.


Deixe seu
Comentário






Comentário enviado com sucesso!
Obrigado pelo seu comentário.

Houve um erro ao enviar seu comentário.